Descubra a diferença entre uma rádio online e uma rádio digital

Rádio Online vs Rádio Digital

No entanto, isso não quer dizer que diferentes formas de se fazer rádio não possam coexistir, como é o caso da rádio online e da digital. Cada uma delas tem suas próprias características, assim como vantagens e desvantagens.

Conheça agora quais são as diferenças entre a rádio online e a digital e veja como, mesmo diferentes, cada uma delas pode ser útil (e até complementar) nos dias de hoje.

O que é a rádio online?

Com a chegada da internet, novas possibilidades surgiram para a comunicação. E, uma delas, é a rádio online, que também é conhecida como web rádio.

Mudando a forma de transmissão feita até então, a rádio online utiliza o streaming pela internet para chegar aos seus ouvintes em tempo real.

Pelo fato do acesso aos programas depender apenas da conexão com a internet, pessoas de diferentes lugares do planeta, independentemente de onde estejam, podem ouvir a mesma web rádio.

Funcionando de maneira totalmente online, a web rádio pode transmitir programas ao vivo ou até mesmo gravados. Além disso, outro grande avanço nesse formato é o maior alcance de audiência, visto que ela não está restrita a uma determinada região.

A rádio online ajuda na redução de custos

Uma vantagem da rádio online é o baixo custo necessário para o seu funcionamento. Como ela depende apenas da internet, o valor gasto para a transmissão é bem menor do que nas rádios digitais, por exemplo.

Na prática, isso significa uma boa economia para quem quer empreender, criando seu próprio veículo de comunicação. Ou, ainda, pode ser uma alternativa viável para quem está determinado a reduzir custos.

A redução nos custos é possível porque o material utilizado para a implantação de uma rádio online é bem menor quando comparado a outros formatos de rádio. Nesse caso, além da voz, será necessário apenas um computador conectado à internet e um fornecedor de streaming.

A rádio online dispensa autorização do governo para funcionar

Enquanto as emissoras analógicas precisam atender às exigências da legislação, a rádio online não necessita de licenças ou registros oficiais para poder funcionar.

No entanto, nem por essa ausência de documentação a web rádio é considerada ilegal.

E a rádio digital, o que é?

A rádio digital utiliza ondas eletromagnéticas para a transmissão do som. Ela tem semelhanças com o formato analógico, mas as diferenças são bastante expressivas. Esse formato começou a ser testado no Brasil no começo dos anos 2000. E em 2010, o Ministério das Comunicações publicou uma portaria listando os pré-requisitos nos quais o sistema SBRD (Sistema Brasileiro de Rádio Digital) deveria se enquadrar.

Enquanto no formato analógico o áudio tem seu sinal modulado em FM ou AM, no digital o áudio recebe um tratamento diferente antes de ser transmitido. Ele é digitalizado para que sua sequência binária seja modulada. E, só após esse processo, ele estará pronta para ser transmitido.

Já as semelhanças com o formato analógico ficam a cargo da infraestrutura necessária para a transmissão. Isso porque tanto o formato analógico quanto o digital dependem de torres e antenas para chegarem aos seus ouvintes.

Rádio digital: uma melhoria do formato analógico

Dentre as melhorias incorporadas à rádio digital quando comparada ao estilo analógico, estão:

– Qualidade do áudio;
– Variedades de programações;
– Transmissão de dados;
– Menor potência para cobrir uma área;
– Otimização da transmissão.

Quais modelos de rádio digital existem hoje?

No mundo são diversos os modelos que existem. Porém apenas quatro deles são reconhecido pela União Internacional de Telecomunicações. Eles são:

– DRM (Digital Radio Mondiale);
– HD-Radio;
– DAB (Digital Audio Broadcasting);
– ISDB-Tsb (Integrated Services Digital Broadcasting Terrestrial Sound Broadcasting).

Desses quatro modelos, apenas dois são compatíveis com padrão da radiodifusão digital existente no Brasil. Eles são: DRM e HD-Radio.

O DRM é mantido por um consórcio sem fins lucrativos, por rádios públicas, empresas privadas e também por centros de pesquisa. São esses mantenedores os responsáveis por desenvolver e aperfeiçoar esse formato.

Agora, o caso do HD-Radio tem uma procedência diferente. Ele é um sistema que é propriedade de uma empresa note-americana, a iBiquity.

Custos para manter uma rádio digital

As exigências da legislação brasileira para este formato de rádio são bem mais rígidas. Por conta disso, há necessidade de uma autorização da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). Na ausência dessa licença, a rádio pode ser considerada pirata e entrar para a ilegalidade.

Diferenças entre a rádio online e digital

Entre as diferenças mais significativas em relação aos dois estilos de rádio estão a forma de transmissão e o alcance de cada uma delas.

Em contrapartida, essas duas modalidades tem algo em comum: a qualidade.

Independente de qual tecnologia você utiliza em sua emissora (rádio digital ou rádio analógica), a rádio online sempre será uma extensão da sua emissora, levando seu sinal para qualquer pessoa em qualquer lugar do mundo.