Os melhores microfones para estúdios de rádios – Parte 2

Os melhores microfones para estúdios de rádios - Part 2

Se você ainda não leu a primeira parte deste artigo, então recomendamos que você faça isto! Nele, dissecamos os microfones dinâmicos. Escrevemos sobre suas características, explicamos sobre as recomendações de uso e detalhamos os melhores modelos! Clique aqui para acessar.

Nós já falamos isto lá na primeira parte, mas não custa lembrar! Este artigo foi escrito em colaboração com o nosso amigo Rafael Schimidt, da Rádio Conectados. Clique aqui para entender um pouquinho melhor sobre esse projeto sensacional da FUNSAI.

Agora, vamos ao que interessa!

1 – Microfones condensadores

Os microfones condensadores conseguem captar mais detalhes por terem uma resposta de frequência mais ampla e de maior sensibilidade. O resultado é um som mais limpo e com mais riqueza de detalhes.

Os condensadores necessitam de Phantom Power (alimentação fantasma) +48V, uma tensão de alimentação contínua, diferente dos dinâmicos. Então, para conseguir utilizar um microfone condensador, a sua mesa de som precisará ter a alimentação Phantom Power. Ou seja, não adianta ligar um microfone condensador direto no computador, a não ser que seja um modelo com entrada USB. Mas não se preocupe. No mercado há uma vasta opção de modelos de mesas de som e interfaces de áudio com suporte a Phantom Power, na mais variadas faixas de preço.

Como são equipamentos extremamente sensíveis, podem captar as mais diminutas vibrações, incluindo toques acidentais na mesa de apoio, digitação no teclado e demais ruídos do ambiente no qual se encontra. Por isto, é comum que microfones condensadores sejam apoiados em “Chock Mounts”, que são suportes que mantém o microfone suspenso por elásticos para reduzir as vibrações do pedestal. Outro equipamento muito comum é o Pop Filter, uma espécie de filtro que deve ser colocado entre o microfone e a fonte do som (Locutor ou instrumento), e possui a função de abafar sopros acidentais durante uma locução.

Vejamos agora onde usar e não usar os microfones condensadores:

1.1 Estúdio

Como já citado, o microfone condensador é mais sensível. Assim, para utilizá-lo adequadamente você necessitará de uma sala com tratamento acústico ou até mesmo com isolamento acústico dependendo do ambiente que está localizado seu estúdio. Caso contrário o áudio capturado poderá ter ruídos externos, prejudicando a sua gravação ou transmissão.

1.2 Externas

Não é recomendado utilizar microfones condensadores em externas, já que a captação deles é sensível e não direcional como os dinâmicos. Mas se você tem a possibilidade de montar um estúdio móvel com tratamento acústico para sua externa, vale a pena usar os condensadores.

1.3 Instrumentos

Os condensadores são ótimos para capturar voz e também outros registros sonoros como os instrumentos acústicos, mas a sua aplicação fica difícil caso você não possua um estúdio adequado e/ou quando necessita capturar mais de um registro sonoro simultaneamente (ex.: voz e violão ou vários instrumentos), já que sua captação é multidirecional.

1.4 Modelos de microfones condensadores com boa qualidade e preços acessíveis disponíveis no mercado:

1.4.1 Microfone Condensador Behringer C-1

Este microfone de baixo ruído é adequado para uma ampla gama de cenários de gravação, incluindo projetos, profissionais e aplicativos de estúdio doméstico.

Frequência de 40 Hz a 20 kHz.

1.4.2 Microfone Condensador Samson MTR-101

O MTR101 é um grande microfone condensador de estúdio com diafragma de 1″. Além disso, a sua cápsula interna suspensa sobre uma base de borracha também reduz o ruído de manipulação e vibrações externas.

Frequência de 20 Hz a 20 kHz.

1.4.3 Microfone Condensador Samson C-03

O C03 possui duas cápsulas de diafragma grandes e ultrafinas com 19 mm que reproduzem fielmente uma variedade de fontes sonoras incluindo vocais, instrumentos acústicos, pratos, entre outros.

Frequência de 40 Hz a 18 kHz.

1.4.4 Microfone Condensador Behringer C-3

O Behringer C-3 é um microfone dual-diafragma condensador projetado para gravação em estúdio do projeto. A cápsula e saída eletrônica fornecer áudio de alta qualidade com baixo nível de ruído.

Frequência de 40 Hz a 18 kHz.

1.4.5 Microfone Condensador De Cápsula Dupla PERCEPTION P-420 – AKG

O P420 é um microfone de condensador de diafragma grande de vários padrões para aplicativos de gravação de estúdio de projetos exigentes. Oferece uma qualidade de som excelente e transparente, perfeitamente adequada para gravação em conjunto, voz, sopros e instrumentos de bronze, bem como tambores e percussão.

Frequência de 20 Hz a 20 kHz.

1.4.6 Microfone Condensador Audio Technica AT2020

Possui um diafragma extremamente sensível, projetado para uma resposta de frequência equilibrada em todo o espectro. Possuindo um ótimo custo benefício, o AT2020 é o microfone que utilizamos aqui no estúdio da BRLOGIC. Equilibrado, com baixo ruído e ótima qualidade de construção, foi o modelo que julgamos melhor atender as nossas necessidades.

Gostaria de complementar sua leitura sobre os microfones? Clique aqui e verifique nossa primeira postagem sobre os microfones dinâmicos.

Nós também publicamos outros conteúdos sobre os equipamentos para uma web rádio, veja aqui os melhores fones de ouvido parte 1 e parte 2.