Radialista, parabéns pelo(s) seu(s) dia(s)

dia_radialista_banner

Mas calma aí que alguém mais veterano pode estar se perguntando: o dia do radialista não era comemorado em 21 de setembro? Sim, era. E ainda assim, hoje é o dia do radialista? Também. Essa história, como muitas das histórias envolvendo rádio aqui no Brasil, começa na primeira metade do século XX. Em 1943 o então presidente Getúlio Vargas, conhecido por universalizar leis trabalhistas sancionou a lei que ditava os direitos de piso salarial e salário mínimo para quem trabalhava com rádio.

A lei definiu também que o dia 21 de setembro seria o dia referencial para a comemoração e neste mesmo dia, para participar da festa e demonstrar a importância da classe, todas as emissoras do Rio de Janeiro, que era na época capital do país, silenciaram. Os radialistas foram para as ruas, participaram da festa com churrasco, gincanas e até corridas de calhambeque.

Foi 63 anos depois, em 2006, que uma lei federal mudou a data da comemoração, mudança feita para homenagear Ary Barroso. O músico e compositor mineiro nasceu em sete de novembro de 1903 e é responsável por algumas das canções mais clássicas da música brasileira como Aquarela do Brasil, trabalhou no Rio como locutor esportivo e como apresentador da Hora do Calouro, da rádio Cruzeiro do Sul. Ele é até hoje considerado uma inspiração para quem trabalha em rádio. A partir daí a data original passou a ser um dia simbólico.

Tanto faz se você comemora em setembro, novembro, na data em que você começou a trabalhar na área ou em que você criou sua rádio online. Todo dia é dia do radialista.